domingo, 26 de junho de 2011

7

Turista no Rio de Janeiro

Até parece que ela nunca havia estado no Centro do Rio de Janeiro. Moramos há pouco mais de 1 hora de lá!
Desta vez foi diferente...
Eu e ela fomos à casa de meus pais. Isso custa-nos 3 horas de bumbum colado nas poltronas de dois ônibus...Ufa! Fazer o quê?
Marjorie sempre é muito quieta e calminha nas nossas viagens. Olha atentamente e pronto.
Desta vez, foi diferente mesmo! Tudo ela perguntava!
Quando passamos pela Rodoviária Novo Rio (coisa manjadíssima para nós), ela viu os muros pixados misturados às escritas do Profeta Gentileza (que são constantemente restauradas, pois são patrimônio da Cidade).
A pequena virou para mim com uma cara zangada e perguntou: -"Quem escreveu aquilo no muro? Isso é sujo! Não podem fazer isso, mamãe!".
Eu não tive a audácia de tentar explicá-la sobre o tal Profeta Gentileza e disse-lhe que realmente não devemos escrever nos muros. -"Que coisa feia, né filha?" Disse eu, sorrindo por dentro...


Não dá para perceber o que ela estava olhando...Mas ela não parava de olhar...rs...


Na Presidente Vargas, uma das ruas mais conhecidas aqui do Centro do Rio, ela não parava de perguntar sobre os prédios e porque passavam tantos ônibus diferentes... Eita sessão de perguntas!


No Prédio do Ministério do Exército, próximo à Central do Brasil, a bonequinha se empolgou com o painel gigantesco sobre os jogos militares de 2011...rsrs... Vê se pode?


 O ônibus virou festa, minha gente! Nem precisou de táxi pra ela se sentir...rsrs...


 E mais perguntas...Que até já esqueci...


 Olha o meu olhar cansado de tantas respostas dadas contrastando com o belo sorriso da minha preciosidade!




Mais ou menos depois de 2 horas falando, cantando, observando e perguntando, enfim o soninho chegou e a chupeta com a fraldinha deram-me a paz merecida.

Desta vez foi diferente...
Preciso me acostumar. Ela está crescendo e eu estou participando desta coisa linda que é a formação de uma pessoinha curiosa, criativa e inteligente. O que mais eu posso querer?


Beijocas duplas!

quinta-feira, 23 de junho de 2011

6

Acaba de acordar e vai desenhar...

Marjorie está com uma nova mania: acaba de acordar e diz:
-"Mãe, posso pegar uma folha?"
Se digo não, vem uma série de :-"Por quê?"
Resolvo sempre dizer que sim!!!
Ela faz quase sempre os mesmos desenhos: princesas, casas, jardins, escreve seu nome...blá blá blá.
Certo dia eu disse à ela que aquela princesinha não era ela porque não tinha cabelos cacheados. Ela "fechou a cara", pegou outra folha, foi para o quarto e voltou sorrindo.
Quando perguntei o que tinha acontecido, a pequena notável disse: -"Pronto, mãe. Agora essa princesa sou eu. Olha o cabelo dela!"
Eu morri de rir, abracei, beijei, apertei, fiz chameguinho misturado com cóceguinhas e pedi uma pose pra foto e claro que a "mocinha" aceitou na hora. Veja aí a descabelada:


Aí dá pra ver que no Reino dela tem sol e chuva!!!
Ah! A coroa da princesa também não faltou, né?

Em breve faço um apanhado dos melhores desenhos dela e mostro pra vocês.

Beijocas duplas!

segunda-feira, 13 de junho de 2011

9

De vela no dia dos namorados...

Imaginem só:
Um casal apaixonado, louco pra almoçar fora, trocar olhares, dizer "Eu te amo"... Eu e meu marido- papai e mamãe da linda Pérola!
Pois bem. Fomos almoçar e ela não nos deixou nem olharmos um pro outro!
Que carência, Meu Deus!!!
Tudo o que comíamos, a "pessoinha" queria também...rs...
Por fim, depois de muito aguentar, precisei ir à guerra contra ela quando a pequena se intrometeu no único pavê que havia para ser comido: o meu!!! Até isso???

Veja só:


 Perceba os olhinhos fixos no MEU doce!


Não pude comer nem as raspinhas que eu tanto amo...
Ser mãe é isso.
E eu amo ser mãe!

Te amo filhaaaaaaaaaa!!!


Beijocas duplas.

sábado, 4 de junho de 2011

10

Vida de estudante...

Os primeiros trabalhinhos (1° bimestre) chegaram.
Como se eu não fosse a professora dela, ela me mostrou todos, um a um.

Esta é capinha, ou melhor, o envelope das atividades.
Marjorie o trouxe para casa como um verdadeiro diamante! Lindo ver que ela valoriza seu próprio trabalho.
Esse eu guardo na gaveta e no coração!

Beijocas duplas.